O Ministério Cristão

Estudo 1 – Os Apóstolos

Texto base: Efésios 4:7-13

Textos para meditação semanal:
2a. Feira: Atos 14:14
3a. Feira: 1 Tessalonicenses 2:6
4a. Feira: 1 Coríntios 15:4-10
5a. Feira: Romanos 1:1
6a. Feira: Filipenses 2:25
Sábado : Gálatas 2:7-9

Texto-Chave: “Se eu não sou apóstolo para os outros, ao menos o sou para vós, porque vós sois o selo do meu apostolado no Senhor” – 1Co 9:2

 

Introdução

Neste trimestre estaremos meditando a respeito dos cargos espirituais da Igreja baseados na passagem de Paulo aos Efésios. Nossa expectativa é acrescentar conhecimento a muitos e renovar ou aprimorar o conceito já existente no coração de outros tantos dentro da Igreja de Cristo.

Os Dons de Cristo

A passagem que elegemos como base é muito especial em seu conteúdo. Ela revela os fundamentos dos chamados “dons de Cristo”, os quais são diferenciados dos dons do Espírito pelos estudiosos, embora em outras passagens os encontremos de forma conjugada (1Co 12:28) ou postos em condição de igualdade como objetos de dádiva divina (1Co 12:4-6).

Desta observação nos voltamos aos versos 7 e 8, e este último citando o Salmo 68:18, para apontar que os cargos espirituais na igreja são concedidos por Cristo, o que demonstra haver uma espécie de capacitação prévia àquele que é chamado ao exercício de algum ministério na igreja (E1).

Desta conclusão nasceu como ponto pacífico o fato de que cada dom é dado previamente e prepara o homem ou a mulher para um ministério específico (E2).

Daí o porque do fracasso ou do sucesso de muitos líderes, pois o erro ou o acerto no assentamento de um trabalho ou missão está diretamente relacionado à concessão que seus líderes devem ter recebido de Cristo. Todo obreiro legitimamente constituído por Deus em sua Igreja recebeu primeiro a vocação e depois o chamado à obra, independente de suas condições ou limitações (embora esta última nunca deve adentrar os limites do pecado e da incoerência espiritual) (E3).

Para tanto é que a passagem de Efésios 4 prova que cada um dos ministérios são dons divinos cujo objetivo central é o amadurecimento, edificação e a condução da igreja até à estatura de Cristo (v. 12-13) (E4).

Nesta oportunidade estudaremos um pouco sobre cada um dos cinco dons ministeriais encontrados nessa passagem.

 

1 – O Apóstolo

Assim que ouvimos o termo apóstolo imediatamente o associamos aos primeiros ministros do evangelho convocados pessoalmente por Jesus.

De fato, os apóstolos foram os primeiros líderes da igreja tanto no tempo, quanto na autoridade, no ministério e no registro de seus atos, além do que, foram também as primeiras ferramentas que Cristo usou para fundar sua Igreja.

Entretanto a palavra grega “apóstolo” significa “um mensageiro, alguém enviado com uma comissão, um apóstolo de Cristo”. Este significado quando considerado junto a outras variáveis como por exemplo o verbo “apostello” que significa “enviar de ou para fora”, resulta que o apostolado também se consiste numa “atividade missionária” ou “de missionário”.

No NT encontramos o título de apóstolo atribuído não somente aos doze discípulos (Mt 10:2; Lc 6:13), mas também a Barnabé (At 14:14), a Silas e Timóteo (1Ts 2:6) a Tiago (1Co 15:7), a Paulo (Rm 1:1) e provavelmente também a Andrônico e Júnias (Rm 16:7), bem como a Epafrodito quando foi chamado por Paulo de “mensageiro” em Fp 2:25.

Além disso, esse título parece ter tido mais de um sentido conforme reparamos em Mt 10:2;19:28; 1Co 15:5,7; Gl 2:7-9 e At 14:14.

a – Existem apóstolos ainda hoje?

A passagem de 1Co 15:4-10 parece mostrar que o apostolado nos dias da ressurreição tinha diversos níveis de autoridade e prestígio. Nessa passagem Paulo mesmo se intitula o “último” dos apóstolos, um a quem o Senhor se revelou como que “nascido fora do tempo”.

Se considerarmos literalmente essa declaração de Paulo concluiremos não ser possível que houvessem apóstolos no sentido original do termo depois daqueles dias, comprovando que foram pessoas a quem o Senhor se revelou pessoalmente, mesmo após sua ascensão.

Contudo concordamos com os estudiosos da Bíblia quando afirmam ter sido o cargo apostólico um encargo divino exclusivo dos primeiros dias da igreja na Terra, mas que quando o termo aparece nas Escrituras significando “missionário” trata-se do dom divino presente em todas as eras da igreja e manifestado mesmo em pessoas que nunca o reclamaram para si. Sendo tal dom o principal responsável pela ampliação dos horizontes da pregação e da implantação do Reino de Deus entre os homens desde os dias de Cristo na Terra.

Desta forma concluímos que mesmo nesses dias de hoje, todos nós que fomos adotados como Filhos do Senhor, convivemos com verdadeiros apóstolos – homens chamados por Deus ao cumprimento de missões especiais, tal como sucedeu-se com os companheiros de Paulo em Antioquia – Barnabé, Silas, Timóteo, Tito e Epafrodito, todos intitulados “missionários” sob a mesma original grega “apóstolos” e cujas vidas expuseram publicamente seus inegáveis dotes espirituais.

Os apóstolos missionários são aqueles que pelo dom que possuem, tem seus alvos fora dos limites da igreja local, atuando como verdadeiros multiplicadores do Reino, deixando igrejas fundadas (e vivas!) por onde passam, num verdadeiro trabalho de desbravamento e ampliação de fronteiras.

 

Conclusão

A envergadura do peso que o apostolado trouxe sobre os ombros dos primeiros discípulos comprova que com tal responsabilidade somente alguém muito especialmente comissionado e previamente preparado pelo Senhor poderia apresentar tamanho êxito como o que os primeiros apóstolos alcançaram diante da igreja.

Nessa lição iniciamos o embasamento dessa realidade espiritual estudando os dotes concedidos por Deus desde os primeiros até aos apóstolos dos dias de hoje, porém reservando maiores detalhes para as próximas lições, nas quais através dos outros três dons estaremos ampliando nosso aprendizado.

Perguntas para Revisão

1. Quais são os chamados dons de Cristo?

2. Segundo Efésios 4, qual é o objetivo central de cada um dos cinco ministérios?

3. Quais são os significados da palavra “apóstolo”?

4. Dê o nome de pelos menos três homens chamados apóstolos no NT?

5. Qual a diferença entre os apóstolos dos primeiros dias e os de hoje?

Autor: Igreja Evangélica Batista


Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!
Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

O Ministério Cristão Reviewed by Esboços de sermões on 1/26/2012 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links não serão aprovados!

All Rights Reserved by Esboços de sermões © 2014 - 2016
Designed by Blogger

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.