5/02/2018

11 Esboços de Sermões Para o Dia das Mães

11 Esboços de Sermões Para o Dia das Mães
Foi uma mulher chamada Anna M. Jarvis que sugeriu pela primeira vez a observância nacional de um dia anual em homenagem a todas as mães, porque ela amava muito sua mãe. No funeral de sua mãe em 10 de maio de 1908, Anna M. Jarvis deu um cravo (a flor favorita de sua mãe) para cada pessoa que compareceu.

Nos próximos anos, a ideia de um dia para homenagear as mães ganhou popularidade, e o Dia das Mães foi observado em várias grandes cidades nos EUA. Em 9 de maio de 1914, por um ato do Congresso, o presidente Woodrow Wilson proclamou o segundo domingo de maio como o dia das mães.

Ele estabeleceu o dia como um momento para "a expressão pública de nosso amor e reverência pelas mães de nosso país".

Quero compartilhar com você 11 Esboços de Sermões Para o Dia das Mães

  1. Lágrimas de Uma Mãe
  2. A mãe aprovada por Deus é uma mulher que teme ao senhor
  3. A honra de ser mãe
  4. As semelhanças de uma mãe
  5. Eunice – Mulher que fez a diferença
  6. A Mulher Sábia Edifica a Sua Casa
  7. A Mãe do Tipo de Deus
  8. Ser mãe em tempo de crise: a estratégia de Joquebede
  9. A Grande Honra de Ser Mãe
  10. Abigail: Uma mulher que sabia administrar suas emoções
  11. As 4 fases da mulher na historia
Obs. Você pode pregar ou compartilhar esses esboços de sermões para o dia das mães livremente, desde que não publique em outros sites ou blogs. 


Lágrimas de Uma Mãe

Lágrimas de Uma Mãe
Texto: Gênesis 3:16; Provérbios 10:1; Lucas 2:34-35

Introdução: A dor do parto é muitas vezes ultrapassada pelas tristezas de ver as necessidades do seu filho e de trabalhar o seu bem-estar. O quinhão de uma mãe é frequentemente definido por suas lágrimas.

I. Por um filho não nascido

A. Sara (Gênesis 16:1-5)
B. Ana (1 Samuel 1:1-10)

II. Por um filho que morreu

A. Bate-Seba (2 Samuel 12:15-18)
B. Noemi (Rute 1:1-5, 19-21)

III. Por filhos em contenda

A. Rebeca (Gênesis 25:21-23)
B. Eva (Gênesis 4:8-10)

IV. Por um filho que sofre

A. Mulher Siro-Fenícia (Mateus 15:21-28)
B. Maria (Lucas 2:33-35)

V. Por um filho que se desvia

A. Eva (Gênesis 4: 1-7)
B. Mãe do filho pródigo (Lucas 15:11-13)
C. O peso do coração (Provérbios 10:1)

Conclusão: A mãe piedosa derrama muitas lágrimas, mas Deus guarda essas lágrimas em seu odre. O Salmo 56:8-9 afirma: “Tu contaste as minhas aflições; põe as minhas lágrimas no teu odre; não estão elas no teu livro? No dia em que eu te invocar retrocederão os meus inimigos; isto eu sei, que Deus está comigo”. Você clama a Ele e sabe que Ele está com você?