Aprendendo a Honrar a Deus

Aprendendo a Honrar a DeusTextos: Marcos 6:2-5 e Provérbios 3:9-10

Introdução: Os dois textos apresentam realidades muito diferentes. O texto de Marcos 6:2-5 apresenta uma realidade de escassez, onde Jesus diz que não pode fazer muitos milagres; Ele ficou impedido de fazer milagres. Já o texto de Provérbios 3:9-10 nos mostra uma realidade muito diferente, de abundância, onde os celeiros ficam cheios e os lagares transbordam. O que determinou a diferença entre uma e outra situação? A decisão de honrar a Deus.

Em Marcos Jesus diz que ficou sem honra em sua própria casa e por isso ficou impedido de realizar milagres. Mateus 10:41 nos ensina que se quisermos receber o galardão consequente da honra temos que praticá-la de todo o coração. Muitos querem abundância, prosperidade, crescimento em Deus e uma vida e ministério de milagres, mas não honram ao Senhor, essa atitude torna o desejo deles impossível de ser realizado. Apesar de ser galardoador dos que o buscam (Hebreus 11:6), Deus fica impedido pela sua própria Palavra revelada de abençoar aqueles que deixam de honrá-lo.

1) A atitude de honrar a Deus determina nossa abundância ou escassez, não nosso desejo.

Todos em sã consciência desejam abundância, mas nem sempre põe em prática o princípio de honrar a Deus. É a nossa atitude e não o nosso desejo que determinarão que realidade experimentaremos, se abundância ou escassez.

2) Se quisermos abundância precisamos aprender a honrar a Deus.

Se quisermos crescer em Deus e experimentar uma vida de milagres em todos os sentidos precisamos aprender a honrar a Deus na prática, com nossas atitudes em nosso dia a dia, não apenas de palavras. E como fazemos isso? Como honramos ou deixamos de honrar a Deus? Daremos aqui algumas pistas.

a) Honramos a Deus quando o colocamos em primeiro lugar em nossas vidas.

Provérbios 3 nos ensina a honrar ao Senhor com as primícias. A primícia é um princípio de honra, pois destaca a Deus como o primeiro. Quando damos as primícias de nosso tempo, de nosso dinheiro, de nossa vida a Deus estamos demonstrando na prática que Deus e a sua vontade estão acima de qualquer outro projeto pessoal ou familiar em nossas vidas.

Foi a primícia a diferença entre a oferta de Abel e Caim. Abel deu as primícias, enquanto Caim fez o que a maioria faz, primeiro viu o resultado da sua colheita, fez as suas contas e, do que sobrou, deu uma oferta ao Senhor. Quando agimos assim, agimos como Caim e, sem perceber, destacamos a nós mesmos como primeiros e não a Deus. Primiciar é colocar tudo o que um dia foi nosso debaixo do senhorio de Jesus; é colocar nossos recursos, tempo e talentos a disposição e serviço de Deus e do seu reino em primeiro lugar. A primícia é um princípio de prosperidade porque destaca a Deus como primeiro. Dízimo é um princípio de fidelidade que garante o básico (o que comer e vestir), a primícia é um princípio de prosperidade que abre as portas para a abundância.

Quer aprender a honrar a Deus? Dê a Ele as primícias em sua vida (do dinheiro, do tempo, do melhor de sua saúde, talento e tempo de vida).

b) Honramos a Deus quando respeitamos e valorizamos a Ele e aos seus ensinos.

Honra tem a ver com respeito, valorização, apreciação. Muitos deixam de honrar a Deus, ou mesmo o desonram, quando tratam a sua Palavra e a sua presença em suas vidas como algo comum; ou seja, dão aos ensinos da Palavra de Deus a mesma atenção que dão a um livro ou a uma aula normal, dão aos desejos da sua carne mais importância do que a presença do Espírito de Deus em suas vidas. Escolhem pecar satisfazendo a carne e entristecendo o Espírito, ou mesmo não fazendo o que é errado, mas deixando de fazer o que Deus nos pede na Bíblia porque não são cobrados. Agindo assim, mostramos com nossas atitudes que não valorizamos a Deus e a Sua Palavra. Assim desonramos ou deixamos de honrar ao Senhor. Lembre-se que são os nossos frutos que mostram quem somos de verdade. Quer honrar a Deus? Valorize e respeita a Ele e aos seus ensinos.

c) Honramos a Deus quando não duvidamos Dele.

Nossa incredulidade e insegurança desonram a Deus, pois estamos na prática duvidando de seus ensinos e seu cuidado para com as nossas vidas. Quando duvidamos estamos desagradando a Deus (Hebreus 11:1) e desonrando a Ele, pois estamos declarando que não temos a plena certeza que Ele cumprirá o que falou. Quer honrar a Deus? Acredite Nele e confie no Seu cuidado.

d) Honramos a Deus quando damos graças em tudo.

O povo de Israel, durante seu período de peregrinação pelo deserto, desonrou e irritou Deus ao ponto Dele decidir que nenhum deles entraria na terra da promessa. A maneira como eles fizeram isso foi com as suas murmurações e reclamações. Quando entregamos nossa vida a Deus, sabemos que Ele passa a dirigir os nossos caminhos e reclamamos ou murmuramos do rumo que nossa vida tomou demonstramos nossa arrogância, egoísmo e ingratidão. A Bíblia não nos pede para dar graças por tudo, nem tudo é motivo de graças, mas em tudo. O dar graças em tudo mostra que conseguimos reconhecer a Deus em todos os nossos caminhos e que somos agradecidos por isso, pelo fato Dele continuar sempre conosco como prometeu. Dar graças em tudo é o reconhecimento de que recebemos de Deus mais do que merecemos, merecíamos o inferno e Ele nos deu a redenção. Quando damos graças em situações desagradáveis estamos declarando que as lutas e as aflições da vida aqui nunca tirarão a alegria da salvação, ou nos farão esquecer o favor de Deus revelado na pessoa de Jesus.Quer honrar a Deus? Dê graças em tudo (I Tessalonicenses 5:18).

e) Honramos a Deus quando damos a Ele algo que nos custa (II Samuel 24:24).

Muitos têm dedicado a Deus sobras de sua vida e quando não dão justificam falando que não sobrou (não sobra tempo para orar mais ou para fazer discípulos, não sobra dinheiro para primiciar e ofertar). Já vimos que honramos a Deus quando damos a Ele o primeiro lugar. Primiciar e fazer discípulos vão nos custar, talvez tenhamos que sacrificar algo que gostamos ou desejamos para isso, mas quando fazemos isso honramos a Deus. Quer honrar a Deus? Dê a Ele o seu melhor, mesmo que te custe.

f) Honramos a Deus quando honramos as autoridades que Ele tem posto sobre a nossa vida (Mateus 10:41 e Efésios 6:2-3).

Quando honramos as autoridades religiosas (líderes de célula e pastores), as autoridades civis (presidente, governador, prefeito, juiz, delegado, etc.), as familiares (pais e responsáveis legais) e sociais (nossos professores, etc.) estamos honrando a Deus. Quando desrespeitamos as autoridades desrespeitamos a Deus de maneira indireta, pois toda autoridade provem Dele (Romanos 13:1-2). Agindo assim deixamos de honrar a Deus e atraímos sobre nós condenação (ou escassez). Quer honrar a Deus? Dê honra as autoridades que Ele tem posto sobre a sua vida.

 

Conclusão: Lembre-se que a prática do princípio da honra, junto com sua fidelidade, é que determinará se você experimentará abundância ou escassez, não o seu desejo, mas devemos praticá-lo por amor a Deus (motivação correta) e não para nos dar bem. Quando praticamos o princípio por outro motivo que não seja o amor a Deus desonramos ao Senhor.

 

Quer honrar a Deus? Aprenda a praticar o princípio da honra com a motivação correta.

 

A prática desse princípio tem me feito experimentar a abundância em minha vida cristã e ministerial, e tenho certeza que fará o mesmo com você. O que você escolhe abundância ou escassez? Se quiser abundância aprenda a honrar a Deus. E que Deus o abençoe.


Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!
Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Aprendendo a Honrar a Deus Reviewed by Aldenir Araujo on 2/01/2015 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links não serão aprovados!

All Rights Reserved by Esboços de sermões © 2014 - 2016
Designed by Blogger

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.