João Batista {Esboço de sermão}

Texto: Mateus 11:1-11

Introdução: Gostamos de pensar sobre os grandes homens. Quando pensamos nos grandes homens do mundo, João sobressai a todos.

Jesus o disse: Mateus 11:11.

I – Seu nascimento.

1. Anunciado por um anjo de Deus. – Lucas 1:13.

a) A dúvida e o castigo de Zacarias. - vs. 18-20, 22.

b) O hino de louvor de Zacarias. - vs. 59-79.

2. Seu nascimento foi miraculoso.

a) O poder de Deus é maior do que o da natureza.

Ele a fez e pode deixá-la de um lado para um propósito que lhe agrade.

3. Ele nasceu para um fim determinado. – Lucas 1:17.

a) Deus tem um plano para cada vida. - Ester 4 :14.

II – Sua preparação.

1. Educado por seus pais.

a) Era uma dádiva divina, por isso foi educado para Deus.

Ex.: Samuel, Moisés, Timóteo etc.

b) Devemos educar nossos filhos para o santo serviço do Senhor.

2. Comunhão com Deus.

a) Seus dias foram passados nos campos, só com Deus.

Os 40 dias de Jesus.

b) Necessitamos abandonar o barulho das cidades e procurar no sossego a comunhão com Deus.

3. Ensinado pelo Espírito Santo. – João 14:26.

4. Sua simplicidade. – Marcos 1:6.

a) Era o costume dos profetas. - II Reis 1:8.

b) Gafanhotos - eram abundantes no Oriente e são alimento lícito. – Levítico 11:22.

c) João vivia uma vida rude, não obstante tornou-se um grande homem para Deus.

III – Seu ministério.

1. Advogou grandes doutrinas fundamentais do Evangelho.

a) Arrependimento. – "Arrependei-vos..."

b) Fé. – "Preparar o caminho para a vinda do Senhor."

c) Batismo. – O primeiro a batizar.

d) Divindade de Cristo – "Eis o Cordeiro de Deus."

e) Expiação. – "Que tira o pecado do mundo."

2. Ele foi um pregador destemido. – Lucas 3:7-10.

a) Sua reprovação a Herodes.

3. Foi um pregador eficiente. – Marcos 1:5.

a) A verdadeira prova da evidência de uma pessoa que prega ou fala do Evangelho está nas almas trazidas a Jesus e não na eloquência.

4. Ele apontava para a vinda de Jesus. – João 1:26.

a) Esta deve ser a tarefa de cada ministro e membro da igreja.

b) Devemos pôr Cristo na frente. - II Coríntios 4:5.

c) Muitas almas ainda hoje clamam: "Queremos ver a Jesus."

5. Seu ministério foi todo de resignação e humildade. – Marcos 1:7; João 3 :30.

IV – Sua morte.

1. Aprisionado por Herodes. – Mateus 14:3.

2. Degolado para satisfazer a Herodias. – Marcos 6:25. - Por ter dito a verdade.

3. Descansou das lutas, mas suas obras seguem-no. – Apocalipse 14:13.

4. Faz parte da galeria nobre dos mártires. – Hebreus 11.

5. Aguarda a recompensa final. – Hebreus 11:36-40.

Conclusão: Tomemos o lugar no serviço do Senhor, como fez João, e seremos recompensados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário