Tesouros escondidos

O Senhor tem prometido para nossa geração dias de avivamento, de prosperidade, de celeiros cheios e lagares transbordantes. Porém, o desejo do inimigo é fazer com que vivamos debaixo de céus de bronze, com a prosperidade interrompida. Deus nos resgatou do império das trevas e nos trouxe para o reino do Seu filho. Quando somos transportados de um lugar para outro, mudamos de atmosfera, e os céus do Reino não são de mesmice, indiferença, incredulidade, carnalidade. São céus novos, que revelam o bom tesouro.
O avivamento não virá sem o acompanhamento da prosperidade, porque uma nação de avivamento precisa ser próspera para abençoar as outras nações, enviando missionários. Nós precisamos dos céus do Senhor sobre a nossa vida. E se os céus são do Senhor, Ele nos aumentará em bênçãos mais e mais, tanto a nós, quanto a nossos filhos, quanto a nossa geração (Sl. 115:14), isto é, chegará um tempo reconhecido como o da prosperidade, virá o bom tesouro sobre nós. A nossa geração, para aqueles que crêem, será a geração mais próspera da Terra, pois virá a chuva sobre nossa lavoura. Se você tem dificuldade de crer, faça como o homem de Marcos 9:24, que arriscou a própria fé e pediu: “Creio! Ajuda-me na minha incredulidade.” Vale a pena arriscar a fé quando se está motivado na pessoa certa. Em outras palavras, aquele homem disse: "se existe algum resquício de incredulidade na minha vida, arranque, Senhor!".
Faça isso também, peça ao Senhor que arranque todo resquício de incredulidade, para que o tão esperado milagre se manifeste na sua vida.
Os céus se abrem para que a prosperidade seja visível, para que a terra seja frutífera. A Bíblia não tem linguagem de miséria nem de derrota. Em Deuteronômio 30:19 o Senhor diz: "coloco diante de ti a bênção e a maldição, a vida ou a morte. Escolha, pois, a vida para que vivas". Deus é sensacional! Isso é um conselho, no qual Deus nos diz o que devemos escolher: a vida. E é vida de vitórias, de bênçãos, de prosperidade. As famílias convertidas ao Senhor Jesus vão ser reconhecidas por todo o mundo como famílias de testemunho em casa, onde há um sacerdote, uma sacerdotisa, filhos que obedecem e honram aos pais, pais que amam os filhos, e também será ratificada a bênção do mezuzá: "seja próspero ao entrar e ao sair". Todos, ao entrarem em nossas casas, receberão a unção da prosperidade. Vamos erradicar a miséria, a ruína e a pobreza da nossa nação, mas isso acontecerá quando Deus abrir o bom tesouro sobre nós e quando você não permitir que os céus de bronze estejam sobre a sua vida.

Estar nos céus do bom tesouro é:

1) Estar desligado da idolatria - Idolatria é aquilo que ocupa o primeiro lugar em nosso coração. Não é apenas adorar um boneco de gesso, ou um crucifixo com uma representação de um homem. Há pessoas que idolatram o trabalho, o ministério, a família, o time de futebol. Cada um de nós pode ter resquícios de idolatria, por isso a Bíblia manda que o homem fuja dela (I Co. 10:14).
Existe um espírito maligno chamado Mamom, que suga as riquezas do povo. Ele aparece em Joel como gafanhoto, e este espírito estava na vida dos pastores e da Igreja. Os pastores tinham medo de falar de prosperidade, e a igreja tinha comichão nos ouvidos para ouvir: "lá vem ele falar desse negócio".

2) Obedecer às ordens de Deus - Quem não obedece é sacrificado e tem perdas irreparáveis. Filho que não obedece ao pai e à mãe não terá dias prolongados sobre a Terra, "que é o primeiro mandamento com promessa" (Ef. 6:2). Esta morte de que o texto fala é morte moral, emocional, intelectual. Se o marido não obedece à Palavra em cuidar da esposa; a esposa em cuidar do marido e o casal em cuidar dos filhos, haverá abertura de maldição. Obediência é um princípio: "se obedeceres cumprindo tudo o que Ele ordena"(Dt.28:1), o bom tesouro será instalado. É uma ordem de Deus. Você é obediente? Obedecer não significa concordar. Na maioria das vezes, mesmo que não concordemos com Deus, vamos ter que obedecer. Nossa carne briga contra Deus, mas temos que obedecer. Isaías 1:19 diz: "se quiserdes e me obedecerdes, comereis o melhor desta terra". Ter boa audição espiritual significa estar aberto para que as verdades de Deus se estabeleçam na sua vida. Os problemas que acontecem nas nossas vidas foram criados pela nossa desobediência.

3) Velar pelas promessas - Deus é o grande "velador" da história: "Eu velo pela minha palavra para a cumprir" (Jr.1:12). E você está velando pelas promessas que Deus lhe deu? Velar é manter a confissão da profecia e ficar lembrando a Deus a promessa que fez. Em Isaías 43:26, o Senhor diz: "Desperta-me a memória das promessas que te fiz!". Tem gente que até já esqueceu. E alguns até recebem esse chamado como pressão de Deus, como se Ele estivesse nos cobrando. Deus está dizendo isso para que nós e Ele entremos na causa juntos, para que você receba a parte que lhe cabe, pois quem fez a promessa, vai cumpri-la. E sabemos que a promessa é de Deus quando está escrita na Sua Palavra. Temos que saber na "ponta da língua" todas as promessas que Deus nos fez.

4) Crer que Deus cumprirá aquilo que Ele disse - O que Deus diz é verdadeiro, e a fé é a chave que abre o bom tesouro. O profeta vê e ouve no reino do espírito. Peça para o Senhor abrir a sua visão e lhe batize em fé, para que o braço do Senhor se mova a nosso favor e a palavra d'Ele se cumpra a seu tempo. O justo vê seu fruto no tempo certo, se não se detiver no caminho dos pecadores, nem se assentar na roda dos escarnecedores (Salmo 1), levar a sério aquilo em que crê, e preservar a fé. Tudo, ao seu tempo, é formoso e perfeito. Nosso problema é que queremos tudo pra ontem. Fruto que nasce fora da estação morre, cai, peca. Deus nunca está atrasado nem adiantado, sempre está na hora certa, e na hora em que Ele decidir manifestar a bênção, a bênção virá e você nem se cansará. Só cansa quem vive fazendo confissão contrária. Quando você alcançar a promessa, nem vai mais se lembrar dos momentos difíceis que passou.

Conclusão: Observando esses passos, o sinal da prosperidade vai nos perseguir. Que Deus te abençoe com o bom tesouro sobre tua família; que não falte a bênção da geração do justo: a riqueza na tua casa, dias longos sobre a Terra e honra dupla para os teus filhos. Receba o bom tesouro: a terra dará o seu fruto na estação apropriada, tudo que estiver na tua mão Deus fará prosperar e você só estará por cima. Deus não é homem para que minta, nem filho do homem para que se arrependa e Ele vai cumprir o que prometeu.


Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!
Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Tesouros escondidos Reviewed by Aldenir Araujo on 10/08/2012 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links não serão aprovados!

All Rights Reserved by Esboços de sermões © 2014 - 2016
Designed by Blogger

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.