Evidências da presença maligna

Texto: Marcos 5:1-5

Textos Complementares: Ef 4:26-32/ At 10:38/ Jo 10:10/ 1Co 3:16,17/ 1Co 6:19,20.

Para Memorizar: “Ele saiu do barco, e logo foi ao encontro dele um homem que estava dominado por um espírito mau.” (Mc 5:2)
Introdução:
Falaremos sobre a possível manifestação de demônios na vida de uma pessoa. O que pode fazer um espírito maligno em alguém sobre quem passou a ter domínio? Quais as evidências da presença maligna?

Entendendo um pouco mais sobre estas coisas, teremos melhores condições de ajudar aos que necessitam de libertação.
1- FAZENDO MORADA NOS SEPULCROS
É importante notar que a primeira referência ao homem endemoninhado diz respeito à sua saída dos sepulcros para encontrar-se com Jesus. A Bíblia diz que ele tinha a sua morada no cemitério, ao invés de estar no lugar mais apropriado para todo o ser humano: em casa, com sua família, e num ambiente de amor e aceitação.
Satanás é um destruidor de lares. A área familiar é um dos primeiros alvos do inimigo. Ele está sempre procurando uma oportunidade para arrancar alguém do seu convívio familiar, desestruturar os que ficam e a arruinar o que sai. Muitos espíritos têm sido liberados para atacar as famílias com discórdias, mágoas, ressentimentos, inimizades, gritarias e infidelidade.
Diante do exposto precisamos vigiar para não darmos lugar ao Diabo, permitindo sua interferência em nossa casa. O lar é o ambiente onde deve reinar a harmonia e o reflexo da presença de Deus (Ef. 4:26-32).

2- NEM AINDA COM CADEIAS PODIA ALGUÉM PRENDÊ-LO

Grilhões e cadeias não eram suficientes para domar aquele homem possuído por uma força maior. Isso nos mostra que o que se manifestava em seu interior era mais forte do que qualquer elemento físico que se apresentasse para se lhe opor.
É exatamente isso que acontece com uma pessoa aprisionada por um espírito maligno. Suas intenções de fazer o bem podem ser reais, mas não há força o bastante para resistir ao poder maior manifestado pelo demônio. Grilhões e cadeias não são suficientes para detê-lo. Orientação, ensino, conselho e palavras, podem não bastar para mudar o comportamento de alguém que se vê aprisionado espiritualmente.
Você já deve ter passado pela experiência de ter orientado alguém sobre um determinado assunto, mas perceber que ela não tinha forças para mudar, por mais que quisesse. Pois bem, é sobre isso que estamos falando.
Precisamos entender que somente uma força maior do que a que está se manifestando na pessoa é que pode livrá-la de tal jugo. Essa força maior representa o Poder do Espírito Santo de Deus agindo na vida de alguém (At 10:38).
3- FERINDO-SE COM PEDRAS
A última característica daquele que está sofrendo a terrível influência de espíritos malignos é a ação de maltratar o próprio corpo. Os espíritos que agiam naquele homem levavam-no a ferir-se com pedras, manifestando todo o ódio contra aquele que fora feito à imagem e semelhança de Deus.
João 10:10 diz: “O ladrão não veio senão para roubar, matar e destruir. Eu vim, porém, para que tenham vida e a tenham em abundância.”
Os mesmos espíritos malignos continuam agindo hoje, levando muitas vidas à autodestruição por meio de vícios diversos: o alcoolismo, o fumo, as drogas. Outros agem na área sexual por meio de: fornicação, perversão sexual, homossexualismo. De muitas formas eles procuram destruir o corpo do homem, porque sabem que ele é o templo do Espírito Santo que habita em nós (1Co 3:16,17/ 1Co 6:19-20).
Conclusão:
Quando uma pessoa está debaixo de alguma influência maligna, alguns sinais se manifestarão nela: Em primeiro lugar, o impulso de sair de casa e descobrir-se da proteção espiritual que há no seio familiar. Em segundo, a manifestação de uma força interna que o incline para o mal, e que seja, aparentemente, mais forte do que o desejo de mudança. E, por último, qualquer comportamento estranho, que resulte no prejuízo da saúde e do bom funcionamento do corpo.
Aplicação:
Faça uma sondagem em seu próprio comportamento. Identifique possíveis atitudes estranhas, limitadoras ou escravizadora. Busque ajuda de seu líder, caso perceba alguma influência maligna atuando ao seu redor.
Lembre-se somente em Jesus temos libertação e salvação. Ele manifestou-se para desfazer as obras do diabo (I Jo 3.8).
Faça uma aliança com Ele e seja livre.


Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!
Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Evidências da presença maligna Reviewed by Aldenir Araujo on 10/08/2012 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links não serão aprovados!

All Rights Reserved by Esboços de sermões © 2014 - 2016
Designed by Blogger

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.