Rompendo com as velhas estruturas

Texto: Mc 2.18-22 – Textos Complementares: Is 58; II Co 5.17; Rm 12.1-2.


Versículo Para Memorizar: “Ninguém põe vinho novo em odres velhos. Se alguém fizer isso, os odres rebentam, o vinho se perde, e os odres ficam estragados. Por isso, vinho novo é posto em odres novos” (Mc 2.22).


Introdução: Hoje falaremos sobre a necessidade de se romper com as velhas estruturas estabelecidas na mente, para podermos conter o novo vinho da Pessoa de Cristo em nós.
Um odre era feito de peles de carneiro, flexíveis. Enquanto novo, o odre tinha a capacidade de se esticar à medida que o vinho novo ia se expandindo dentro dele. Quando se tornava velho, perdia sua capacidade elástica, tornando-se rígido demais. Qualquer porção de um novo vinho ali depositado seria o bastante para provocar a ruptura do recipiente, já em seu limite máximo de expansão.
O vinho novo representa Jesus, e os odres, nossas estruturas de mente.

 

Vejamos o que nos ensina a lição de hoje.

1 – Desfrutando da Presença do Noivo

– Esta história começa com uma discussão envolvendo os discípulos dos fariseus e os de João, que perguntavam sobre a razão dos discípulos de Jesus não jejuarem. O Mestre, sabiamente, utiliza-se da ilustração do noivo e de seus convidados, que numa festa de casamento não podiam estar pensando em jejum. Ele procura mostrar que numa ocasião assim é mais comum a alegria e a descontração dos convidados, do que a reverência e introspecção dos que jejuam.
Jesus não condenava a prática do jejum. Apenas queria que as pessoas percebessem que o Noivo estava presente, e, por isso, seus convidados festejavam. Ele próprio era o Noivo que alegrava o arraial, embora muitos não desfrutassem de Sua presença.
Os religiosos permaneciam em seus rituais costumeiros, incluindo a própria prática do jejum (para alguns, um mero ritual), deixando de aproveitar alegremente a companhia d'Aquele que se fez carne para habitar entre nós.
Jesus estava ali, mas muitos O procuravam em outro lugar.

2 – O Jejum que Traz de Volta o Noivo ao Coração

– Jesus disse que enquanto o noivo estivesse presente, não haveria razão para jejuar. Quando, porém, fosse tirado do meio deles, então jejuariam. Ele estava dizendo que no momento certo os discípulos passariam à prática do verdadeiro jejum. Não daquele que não passava de um mero ritual religioso, mas do que pudesse reavivar a presença do noivo nos corações.
É assim, que acontece quando jejuamos de forma consciente, desejosos de uma experiência real com o Senhor. No jejum, abstemo-nos de alimentos ou de atividades lícitas, para nos devotarmos à prática da oração. Como resultado, o entendimento espiritual se abre para tornar mais real a presença de Cristo em nosso interior.

 

3 – A Diferença entre o Velho e o Novo

– No final da passagem bíblica, Jesus ilustra o que acabamos de explicar, usando as figuras do remendo de pano novo em vestido velho, e do vinho novo em odres velhos. Ele ensina que não se pode ter uma genuína experiência com Deus, por meio do jejum ou outra prática qualquer, com base nos velhos rituais religiosos.
A nova relação com Deus, só combina com novas disposições de coração, mente e vontade. Os discípulos dos fariseus e os de João, estavam perdendo a oportunidade de desfrutar do Vinho novo, porque seus odres estavam envelhecidos pela tradição e pelos costumes, que só os condicionavam a uma velha maneira de viver. Eles tinham dificuldades de romper com esse estilo de vida para receberem o vinho novo de Jesus.


Conclusão: As velhas tradições religiosas estavam impedindo que algumas pessoas pudessem ter uma nova experiência com Jesus. Havia urgente necessidade de se romper com os velhos padrões de conduta para abraçar uma nova vida em Cristo, aqui representada pelo vinho novo.


Aplicação: Relacione algumas práticas religiosas que têm feito parte dos seus costumes, que não lhe trazem plena satisfação. Peça ajuda a alguém mais experiente sobre como você pode substituí-las por um relacionamento mais profundo com Cristo.


Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!
Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Rompendo com as velhas estruturas Reviewed by Aldenir Araujo on 8/18/2012 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links não serão aprovados!

All Rights Reserved by Esboços de sermões © 2014 - 2016
Designed by Blogger

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.