Onde está o teu irmão?

Texto: Gênesis 4.9

- Caim é o primeiro ser humano nascido com a semente do pecado. Não é de se admirar que sua história esteja repleta de exemplos de caminhos futuros que seriam seguidos pela humanidade.
- Primogênito de Adão e Eva (Gn 4.1), agricultor (Gn 4.2), irmão de Abel, em um tempo remoto trouxe Caim uma oferta frugal ao Senhor (Gn 4.3), enquanto seu irmão trouxe um dos seus animais do rebanho (Gn 4.4) pela fé (Hb 11.3). Deus aceitou a oferta de Abel, mas não aceitou a oferta de Caim (Gn 4.5). A oferta está ligada indissociavelmente à vida do ofertante. As obras de Caim eram más (1Jo 3.12). Seu caminho irracional (Jd 11).
- Caim fica furioso e seu semblante transtornado (Gn 4.6). Deus ensina a Caim o caminho do arrependimento: tenha fé (Hb 11.3) e faça o bem (Gn 4.7). A oferta está ligada ao coração do ofertante. O bom sacrifício são as obras de bem que evidenciam o coração do adorador (Hb 13.16).

- O ensino bíblico não é apenas de deixar de fazer o mal, mas de fazer o bem (Rm 12.21). É deixar de fazer uma prática ruim e inserir um bom hábito. Isto deve ser feito, pois “o pecado ameaça à porta” (Gn 4.7).

- Segundo intérpretes, a figura proposta pela composição hebraica é a de um demônio agachado ao lado de fora da porta de uma casa. O pecado deseja dominar, mas deve ser dominado.
- Astuciosamente Caim vai com seu irmão ao campo e comete um homicídio doloso. O primeiro fratricídio da história (Gn 4.8): a humanidade caída começa a construir sua história de pecado.
- Deus vem a Caim e requer contas de seu irmão (Gn 4.9). Sarcasticamente, Caim responde-lhe que não é responsável por ele. O pecador chafurda-se cada vez mais no pecado: homicídio, sarcasmo e hipocrisia. Deus dá-lhe sua sentença: maldito será. A ligação do homem com a terra é evidenciada quando Deus diz que a terra recebeu o sangue de Abel e está clamando (Gn 4.10-11). A maldição agora está sobre Caim e por isso a terra será fraca e Caim se tornará nômade (Gn 4.12).
- A culpa e o medo, característicos do pecado são evidenciados em Caim: “Não posso suportar. Serei morto por outros” (Gn 4.13-14). Deus marca Caim para que não o matem (Gn 4.15) e Caim muda-se para uma terra mais adiante (Gn 4.16).
- O coração e espírito de Caim evidenciam-se na modernidade:individualista: não me interessa o próximo; hedonista: matarei meu irmão para ser feliz; irracionalista: não me importa a razão, importa ser o primeiro. Caim poderia fazer parte do Ultraje ao Rigor com sua ideologia pós-moderna: Eu me amo, não posso mais viver sem mim. Segundo Amorese, com o individualismo marcante da pós-modernidade, o indivíduo cria uma ilusão de independência com egoísmo e insensibilidade. Com esta ideologia presente na igreja, há o enfraquecimento da mentalidade de servo. Não há mais a perspectiva de que a igreja tenha qualquer autoridade sobre a minha vida ou que eu tenha qualquer responsabilidade em relação a ela.

- Segundo Sayão, “A insatisfação é filha do individualismo egocêntrico”.
- Deus nos convida a um pitstop na caminhada para refletirmos sobre o espírito que tem prevalecido em nosso entendimento. Esta reflexão parte da pergunta que Ele nos faz hoje: “Onde está o teu irmão”? Este irmão não se refere apenas aquele que começou a corrida, mas parou, mas também aquele que ainda está na corrida, porém só Deus sabe como ele está na corrida. Refere-se também àquele que está na corrida, mas esqueceu-se do porquê está na corrida. Corremos para chegar lá, mas e se quando chegarmos lá, lá não for onde desejávamos?

A reflexão na pergunta “onde está o teu irmão” trazia alguns convites a Caim, que são os mesmos convites de Deus a você e eu neste dia.

I. “Onde está o teu irmão” é um convite à reflexão sobre à localidade: “Onde está”.

- Onde ele está é o lugar onde ele deveria estar ou há outro onde no qual ele deva estar? Você está onde você foi chamado para estar ou está procrastinando, desvirtuando ou apressando-se para estar onde deveria estar. Foi a pergunta que Deus fez a Adão após o pecado “Onde estás” (Gn 3.9): o que você fez Adão?
- Fazemos vistas grossas à maioria dos pecados, mas elegemos como imperdoável o pecado do adultério, riscando do livro da vida àqueles que cometem tal pecado.
- Onde está? O espírito de Caim diz: não tenho responsabilidade de saber onde ele está. O espírito de José diz: “Procuro meus irmãos” (Gn 37.16). Procure os irmãos que aqui não estão, mas também procure os irmãos que aqui estão, mas não estão onde era para estarem: no centro de sua vocação. Estão deixando passar o tempo. Estão vendo a banda passar esperando algo mais sobrenatural, enquanto Deus lhes tem falado tanto no natural.
- Sophia Muller disse: “Nunca tive um chamado, mas vi uma necessidade e atendi”.

- Um antigo pai da Igreja disse que“A Igreja é o único exército que deixa os feridos pelo caminho”.

- Tudo tem seu tempo (Ec 3.1). Quando algo é realizado no tempo, é formoso (Ec 3.11). Porém, quando não é realizado no seu tempo, torna-se ridículo: uma senhora querendo passar-se por mocinha; um adulto mimado como criança; um meia-idade que quer levar a vida à revelia sem nunca ter trabalhado. Todos nós conhecemos a versão do pica-pau sobre a Fábula de Esopo da Formiga e as cigarras: “Durante o inverno, as formigas trabalhavam para secar o grão úmido, quando uma cigarra, faminta, lhes pediu algo para comer. As formigas lhe perguntaram: Por que, no verão, não reservastes também o teu alimento? E a cigarra respondeu: Não tinha tempo, pois cantava, alegrando o mundo com a minha melodia. E as formigas, rindo, disseram: Pois bem, se cantavas no verão, dana agora no inverno. Moral: Descuidar de certos trabalhos pode trazer tristeza e faltas”.

II. “Onde está o teu irmão” é um convite à responsabilidade: ele é teu. O irmão não é irmão de Deus.

- De Deus ele é Filho e Deus sabe onde ele está. O irmão dele sou eu. A síndrome da projeção da culpa comum à natureza humana pecaminosa é herdada e aprendida tão rapidamente de Adão por Caim. Na ocasião da Queda Adão responsabiliza Eva (Gn 3.11-12), que responsabiliza a serpente (Gn 3.13).

- De forma indireta estavam colocando a culpa em Deus, pois Ele criara a serpente: “Senhor, se não criasses a serpente...” Caim tenta eximir-se da responsabilidade: “Eu sou responsável pelo meu próximo”? Sim, Caim, você é.
- Deus nos chamou para a vida em comunidade. O solitário está contra a vontade de Deus. O que vive isolado ou acha que é bom demais, ou acha que é ruim demais. Ele está se levantando contra quem Deus diz que ele é (Pv 18.1). Segundo Paul Tournier, “Há duas coisas as quais são impossíveis de se fazer sozinho: casar e ser cristão”.
- Pensamos tanto em nós que esquecemos quando o irmão está na pior e queremos cobrar de um, de outro, ou da igreja a visita de alguém em casa quando há falecimento ou quando o casamento acaba. Espera-se ficar na pior para, então, querer entrar em contato com o amigo. Se você quer um amigo, seja um. Se você não tem um amigo, é porque você não é amigo. Não fique parado na pior, querendo que tenham pena de você: aja.

- Segundo Madre Teresa de Calcutá:“Não queira que os outros tenham pena de você, mas respeito”.
- Não espere o outro ligar, ligue. Faça uma visita. Dê sinal de vida. Marque um café na sua casa e chame os amigos. Pague um baratíssimo para ele, uma esfiha do Habib’s, um podrão, mas faça alguma coisa. Segundo Benjamin Franklin: “O homem de muitas ações comete muitos enganos, mas o maior erro é não fazer nada”.

III. “Onde está o teu irmão” é um convite à fraternidade: irmão. Caim, ele é teu irmão.

- Irmão briga com irmão, mas deixa outro brigar com o irmão para ver o que acontece. Irmão briga, mas resolve. Há algo mais forte que as discussões, que une os irmãos, são os laços do amor.
- Irmão usa roupa do outro, chinelo, camisa, não lava, não fala, mas depois se acerta. Irmão briga por brinquedo, mas daqui a pouco joga bola junto. Irmão sempre acha que o pai tem um que é mais preferido que o outro, mas quando amadurece entende que o amor não é maior nem é melhor, mas é diferente porque era necessário assim. Irmã se preocupa se a outra casou e era mais nova e, ela, mais velha, não casou. Como tudo tem seu tempo, já, já ela se casa. Irmão passa no concurso e se alegra, mas se o outro ainda não passou, ele o ajuda a encontrar o caminho. Irmão mais velho lavou fralda de pano e não reclamou porque o sorriso do irmão pagava tudo. Irmã mais velha fez mingau e ajudou a botar remédio de dor de ouvido de madrugada com o maior gosto. Irmão cuida de irmão porque ele é irmão.
- Ele não tem cargo. Ele não é conhecido. Não é seminarista. Não é membro novo. Ele é irmão. Não tem dinheiro. Não tem estudo. Às vezes até é chato à beça. Mas é irmão. Pegou no pé. Deu bola fora. Falou o que não era para falar. Está na pior, mas é irmão. Ele fala e você discorda. Já deu até briga. Ele olha para você meio torto. Mas é irmão.

- Onde está o teu irmão? Vá atrás dele. Aprenda a conviver em comunidade. Esta é a família de muitos irmãos, e Cristo é o primeiro dos irmãos (Rm 8.29).

- Faça como gostaria que fizessem com você. É a regra áurea (Mt 7.12). Ah! Aproveite para fazer o seguinte: veja se você também está sendo um bom irmão.

Conclusão:

- Caim sabia onde tinha deixado Abel.

- Caim sabia como o havia deixado. Deus também sabia, mas convidava

- Caim à pensar sobre a localidade, sobre a responsabilidade e à fraternidade.

- Caim foi reprovado no exame. Acima disso tudo, a conclusão é que o convite de Deus foi um convite ao arrependimento para que Caim, caindo em si, acha-se lugar de arrependimento diante do trono de Deus.

- O caminho escolhido por Caim foi a autocomiseração: “É peso demais para mim” (Gn 4.13). Está diante de nós o convite de Deus para pensarmos se o espírito em nosso coração será o de Caim: “nada tenho com meu irmão” ou de José: “vou procurar os meus irmãos”.

- O convite é de Deus. A decisão é nossa.

 

 



Pr. Henrique Araújo


Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!
Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Onde está o teu irmão? Reviewed by Esboços de sermões on 8/29/2012 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links não serão aprovados!

All Rights Reserved by Esboços de sermões © 2014 - 2016
Designed by Blogger

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.