Sua luta com Deus

Introdução:

- Esta é a primeira mensagem de uma série de dez, que tratam das maiores lutas de sua vida. É baseada nos Dez Mandamentos, de Êxodo 20.

- Você conhece os Dez Mandamentos?

- Estarão eles fora de moda, ou são aplicáveis para os nossos dias?

- Recomendo a leitura do livro “As Maiores Lutas de sua Vida”, da Ed. Betânia, escrito pelo Pr Colin Smith. Temos exemplares disponíveis na livraria da PIB.
- Para muitas pessoas, os Dez Mandamentos são meras relíquias históricas, placas de pedra – válidas, talvez, por manterem a lei e a ordem na sociedade, mas de pouca relevância em sua aplicação na vida diária.
- Lutamos com o tempo, com a verdade e com a autoridade.

- Lutamos pela paz, pela pureza, pela satisfação. Deus nos fala nos Dez Mandamentos sobre essas lutas que nos põem à prova a cada dia. Por seu poder, podemos vencer cada uma delas.

- Deus quer ter um encontro com você nessas lutas a fim de lhe ensinar o significado do amor, e conduzi-lo a um relacionamento saudável e próspero, primeiro com ele e depois com os outros.

- Este início de ano é bem propício para esta reflexão, e a minha oração é que esta série fortaleça ainda mais sua fé em Cristo e lhe encoraje para ficar firme nas dez maiores lutas de sua vida.
“Não terás outros deuses além de mim” - Êx 20.3
- Os Dez Mandamentos refletem o caráter de Deus.

- O Deus que adoramos dá forma aos valores que possuímos e ao nosso estilo de vida.

- Se você escolhe um estilo de vida diferente dos princípios dos Dez Mandamentos, então precisa de um deus diferente.

- A primeira luta de Adão e Eva foi contra Deus. Ficaram confusos e tentaram se colocar no lugar do próprio Deus, conforme Gn 3.1-5.
Por toda a história, as pessoas procuraram substituir o Deus da Bíblia, inventando outros deuses que expressavam seus valores. Assim foi no Egito, com os deuses ligados ao rio Nilo(Osíris) ou ao Sol (Ra).

- Nos tempos modernos, o capitalismo coloca o dinheiro como deus. O hedonismo substitui Deus pelo prazer. O mundo se tornou uma praça de mercado para deuses.
O QUE HÁ DE SINGULAR NO DEUS QUE DEU OS DEZ MANDAMENTOS? POR QUE DEVEMOS SEGUÍ-LO?
Você precisa de Deus – e nenhum outro – porque:

1. ELE SE REVELOU A VOCÊ

“Então Deus disse a Moisés: EU SOU O QUE SOU”. Êx 3.14

- Moisés queria saber o nome de Deus. A resposta: Eu sou o que sou. Jeová ou Yavé, cuja tradução é SENHOR, com letras maiúsculas. “Eu sou Yahweh (o SENHOR) seu Deus”. Eu tenho um nome. Eu sou Deus e não qualquer um.

- O Deus da Bíblia é o que é. Ele não é o que desejamos que seja. Não é produto de uma cultura antiga. Ele é o que é. É o Criador e sustentador de todas as coisas. É imutável, auto-existente, e isso quer dizer que não depende de ninguém.

- Cada coisa criada é dependente. Escolas dependem dos alunos e professores. Profissionais dependem dos clientes e fabricantes. Igrejas dependem de membros e líderes. Seres humanos dependem do alimento, ar e água.

- Deus, contudo, não depende de ninguém. Ele existe no poder de sua própria vida. Ele é Deus, quer creiamos nele, ou não. Alguns o amam, outros o odeiam, mas nenhum de nós pode evita-lo. Ele é o que é.

- O nome de Deus o põe à parte de quaisquer outros deuses. Eles foram invenções da história humana, produtos de culturas, que surgem e desaparecem a seu tempo. Ninguém hoje adora Baal ou Dagon, deuses que foram enterrados junto com as civilizações antigas.

- O Deus da Bíblia – Yaweh, porém, é o que é. Sempre foi e sempre será. Não foi criado por nossas palavras. Ele nos criou pela Palavra, por isso está absolutamente certo ao dizer: “Não terás outros deuses além de mim”.

- Deus se apresentou assim para Moisés, e é assim que ele se revela também hoje. É o mesmo Deus, é o mesmo Senhor. Você já teve um encontro com ele?

2. O AMOR DE DEUS É INCONDICIONAL

“Eu sou o Senhor, o teu Deus, que te tirou do Egito, da terra da escravidão”. Ex 20.2
- Deus sempre esteve comprometido com o bem de seu povo, e é por isso que ele apela aos israelitas para que sigam seus mandamentos e assim serem livres da escravidão.

- 400 anos como escravos no Egito, mas Deus interveio e os resgatou. Mandou pragas, abriu o mar e destruiu os inimigos.Quando clamaram, ninguém mais os ouviu, somente Deus. Ninguém viu futuro para aquela gente, mas Deus viu e desceu para socorre-los.

- Você nunca estará pronto para abraçar a Deus completamente até que esteja convencido de que ele é bom.

- Muitos pensam que os Dez Mandamentos são um discurso de um Deus autoritário, que tenta impor sua vontade sobre os outros.

- Moisés recebeu os mandamentos como a palavra de um Deus apaixonado que entrega tudo para ganhar a afeição da amada.

- A razão pela qual devemos fazer de Jeová nosso Deus e seguir seus mandamentos, é que ele é Deus e é bom.

- No NT descobrimos que o “EU SOU” se fez carne na pessoa de Jesus. Ele é Yahweh (o EU SOU) conosco. Foi por isso que ele disse:
“Antes de Abraão nascer, Eu Sou!” Jo 8.58
- O mesmo Deus que entregou o Dez Mandamentos a Moisés fala a nós por meio de Jesus Cristo, que desceu do céu para nos trazer maior livramento que o resgate do povo de Israel no Egito.

- Cristo veio ao mundo para nos libertar da escravidão do pecado, da morte e do inferno. Na cruz, ele deu a sua vida para libertar você, e ele está dizendo: “Eu sou o Senhor seu Deus. Eu me entreguei por você. Não coloque outros deuses diante de mim”. Você resisti a este apelo? Tem amor maior?
Você precisa de Deus porque

3. ELE CONVIDA PARA UM RELACIONAMENTO

- O primeiro mandamento trata de amor e lealdade mútuos. Deus nos ama e ele espera que tenhamos afeição por ele. O namorado, o marido, a esposa, esperam de volta, o amor que oferecem. Deus também deseja que o apreciemos, honremos, que o desejemos, que o temamos, confiemos nele, que clamemos por ele, que lhe sejamos gratos.

- Significa dar mais importância a Deus do que qualquer outra coisa, porque é isso que Deus faz com você.

- Como cristãos, nós nos reunimos para adorar porque queremos cultivar nossa afeição por Deus. Em qualquer relacionamento, o amor precisa ser renovado e reabastecido. O amor por minha esposa é renovado quando passo tempo com ela, e experimento a cada dia a pessoa maravilhosa que ela é.

- O amor revigorado sustenta o casamento e guarda marido ou esposa de serem atraídos por outra pessoa.

- De uma forma bem mais grandiosa, é nossa resposta ao amor de Deus, e o constante renovar do nosso amor por ele. Por isso, nesta quarta-feira, dedicamos ao Senhor um dia de jejum e oração aqui na PIB. Colocamos nossas vidas e sonhos para 2008 aos seus pés. Nos submetemos a Ele e ao seu plano para as nossas vidas.

4. QUALQUER OUTRO “DEUS” OFENDE AO SENHOR

- É preciso abandonar tudo aquilo que fere a santidade de Deus. Os pecados que quebram o primeiro mandamento têm algo em comum: todos eles substituem Deus.
“QUANDO ALGO OU ALGUÉM ALÉM DE DEUS GANHA POSIÇÃO DE CONTROLE EM SUA VIDA, QUEBRA-SE O PRIMEIRO MANDAMENTO, POIS ESSA POSIÇÃO PERTENCE SOMENTE A ELE”. Colin Smith
Alguns pecados que quebram o primeiro mandamento:
Orgulho, idolatria, paixões cegas, superstição, consulta a espíritos, médiuns ou cartomantes, permitir que outros governem sua consciência, ensinar ou crer que todas as religiões conduzem a Deus (o que coloca todos os deuses no mesmo nível).
- O desespero também quebra o primeiro mandamento.

- Como nos desesperar se o Senhor é o nosso Deus?

- O desespero vem quando queremos algo, ficamos decepcionados por não consegui-lo, e isso se torna mais importante que nosso amor fiel a Deus.
Você precisa de Deus, e somente dele porque

5. NELE ESTÁ A VERDADEIRA LIBERDADE

“Não terás outros deuses diante de mim”
- Parece contraditório, mas o primeiro mandamento traz muitas e maravilhosas bênçãos àqueles que seguem seu caminho. Fazer do Senhor o seu Deus, libertará você do domínio de forças que podem de algum modo governar a sua vida.

- Ex: pais arrogantes, amigos manipuladores, líderes autoritários, vícios incontroláveis.

- Nesses relacionamentos anormais, alguém ou alguma coisa asume o lugar que pertence a Deus. E isto é escravidão!!!

- Deus quer libertar você de toda forma de opressão. Ele deixa isso claro no primeiro mandamento. Guardar este princípio o livrará de paixões cegas, de falsas religiões e filosofias, e do domínio que outros tentam exercer sobre você.
- Nenhum homem tem o direito de tomar o lugar de Deus.

- Hitler tentou ser o “dono do mundo”, e muitos acreditaram nele. Não há espaço para qualquer tipo de ditadura.

- No primeiro mandamento encontramos o alicerce da liberdade. Os que rejeitam os Dez Mandamentos em nome da liberdade descobrirão a longo prazo que a tal liberdade se perdeu, pois seu alicerce foi destruído.
- James Packer sugere outras trindades que competem para tomar o lugar da trindade divina: sexo, dinheiro e estômago; prazer, possessões e posição; futebol, empresa e família.

- São áreas legítimas, mas que podem se tornar áreas de pecado se forem mais importantes que o doador delas. É o perigo da idolatria.
O QUE DOMINA SEUS PENSAMENTOS, METAS E CONVERSAS? QUAL É O PRIMEIRO AMOR DE SUA VIDA? ESSE SERÁ O SEU “DEUS”.

Conclusão:

- O primeiro mandamento não deixa nenhum espaço para um “se”, “mas” ou “quando”, pois aí você estará colocando algo no lugar de Deus.

- Se você diz sim a Deus, mas diz: “se me deres saúde”, ou “se abençoares minha família”, ou “se resolveres esse problema”, então é a saúde, a bênção para a família, a resolução do problema que ocupará o lugar de Deus.

- O primeiro mandamento é a nossa maior luta porque sempre queremos estabelecer condições. Queremos usar Deus em vez de deixar que ele seja Deus.

- Ao fazer de Cristo o Senhor de sua vida, você pode se colocar em situações difíceis.

- Os nove mandamentos que se seguem descrevem a vida à qual Deus quer nos conduzir. Cada um deles implicará numa luta. Entretanto, Deus o está chamando para dar um passo de fé, crendo que ele é Deus e é bom.
Você está pronto para abraçar ao Senhor como o seu Deus incondicionalmente?

Pr. Luiz Sanches


Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!
Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Sua luta com Deus Reviewed by Esboços de sermões on 6/18/2012 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links não serão aprovados!

All Rights Reserved by Esboços de sermões © 2014 - 2016
Designed by Blogger

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.