O poder do Louvor e da Adoração

TEXTO : Tiago 5:13; Habacuque 3:17,18 Atos 16: 25,26 INTRODUÇÃO: Os textos que acabamos de ler parecem conflitantes. O primeiro texto af...

TEXTO: Tiago 5:13; Habacuque 3:17,18 Atos 16: 25,26

INTRODUÇÃO:

Os textos que acabamos de ler parecem conflitantes. O primeiro texto afirma que aquele que está aflito deve orar, e o que está alegre deve entoar louvores; já os outros dois textos nos mostram que Habacuque, Paulo e Silas louvaram a Deus em momentos de grande dificuldade em suas vidas. Vivemos numa época em que queremos nos basear no pensamento de que só devemos e podemos louvar a Deus no momento de paz e alegria; mas nesta noite o Espírito Santo coloca em nosso coração o desejo de meditarmos sobre: “O poder do louvor e da adoração no momento da adversidade”.

Proposição: Nesta noite o Senhor nos trouxe aqui para nos fazer entender que assim como grandes heróis da fé provaram do poder do louvor e da adoração na adversidade, se nós, a despeito de nossas dificuldades, adorarmos e louvarmos ao Senhor, Ele manifestará o seu poder em nosso favor!
Os textos lidos nos revelam alguns tipos de adversidades:

1 – FRAQUEZA

O texto de Habacuque fala sobre o momento em que a figueira não floresce. A figueira é identificada nas escrituras como uma fonte de força. Simbolicamente quando a figueira não floresce é o porque chegou o dia da fraqueza.
Todos nós passamos por momentos de fraqueza: fraqueza física, psicológica e espiritual.
Fraqueza fala de falta de força, fala de falta de ânimo; mas quando tomamos uma atitude de louvar a Deus no momento da fraqueza, ele nos fortalece!

2 – TRISTEZA

O texto de Habacuque fala-nos sobre o fato de não haver fruto na vide. Um dos principais símbolos do fruto da vide nas escrituras é a alegria. Se não há fruto na vide, não há alegria.
Muitas vezes podemos passar por momentos de tristeza em nossas vidas. Tristeza fala de falta de alegria, melancolia, aflição.
Quando tomamos a atitude de louvar ao Senhor no momento de tristeza Ele alegra o nosso coração.

3 – MOMENTO DE ENFERMIDADE E DA FALTA DA UNÇÃO ESPIRITUAL

O texto de Habacuque fala-nos do produto da Oliveira mentir ou falhar. O produto da oliveira é o azeite. Na Bíblia vemos o azeite sendo utilizado como medicamento, em diversos tipos de enfermidade.
O azeite é símbolo da unção de Deus em nossas vidas. 
Quando o produto da oliveira "mente ou falha" fala dos momentos em que passamos por enfermidades ou declínio espiritual.
No momento de enfermidade, ou até mesmo em que sentimos uma decadência em nossa vida espiritual, se louvarmos ao Senhor ele pode nos restaurar!

4 – PRIVAÇÃO

Quando o texto de Habacuque fala sobre o campo não produzir mantimento, as ovelhas arrebatadas, e os currais sem vacas, fala-nos de falta de alimentação, vestimenta e de meios para trabalhar; mas se louvarmos ao Senhor mesmo no momento de privação, mesmo no momento em que nos falta tudo, Ele provê suprimento para nós!

CONCLUSÃO:

Ainda que estejamos passando por momentos de fraqueza, tristeza, enfermidade e falta de unção espiritual, ainda que estejamos sendo privados de muitas coisas; louvemos ao Senhor na adversidade, pois é nela que o poder do louvor se manifesta

Evangelista Fabio Magalhães

Relacionados

Louvor 3484942321042928310

Postar um comentário

emo-but-icon

Popular

Recentes

Comentários

Seguidores

Siga no Facebook

Siga no Google+

item