Jesus Cristo, o sacrifício perfeito

Texto: Hebreus 9.12; Levítico 16         Como vimos na mensagem do último domingo, o Grande Sacerdote Jesus pode entrar no lugar santíssi...

Texto: Hebreus 9.12; Levítico 16

        Como vimos na mensagem do último domingo, o Grande Sacerdote Jesus pode entrar no lugar santíssimo para representar o povo. Arão, no passado prefigurava a pessoa de Jesus, mas ele mesmo deveria oferecer sacrifícios pelo seu próprio pecado (Levítico 16.11). Mas a oferta teria de ser perfeita (Levítico 1.3; Números 28.3-4) ser um novilho sem defeito. O sangue de um animal deveria ser derramado como expiação pelos pecados do povo. Jesus, não somente é o Grande Sacerdote, mas também a oferta. É a Bíblia quem o diz: “Quando Cristo veio e entrou, uma vez por todas, no Lugar Santíssimo, ele não levou consigo sangue de bodes ou de bezerros para oferecer como sacrifício. Pelo contrário, ele ofereceu o seu próprio sangue e conseguiu para nós a salvação eterna” (Hebreus 9.12 - NTLH). Como o sacerdócio de Arão apontava para Jesus, o sacrifício também sempre apontou para a pessoa de Cristo.  Tudo no Antigo Testamento aponta para Jesus, pois Jesus é o centro da história, ele é Deus. A lei e os profetas eram apenas sombra daquele que haveria de vir (Colossenses 2.17; Hebreus 10.1).

Assim, Jesus é o sacrifício perfeito, pois ele é o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo (João 1.29).

      O Cordeiro de Deus puro e imaculado é perfeito porque ele não conheceu pecado (2 Coríntios 5.21; Hebreus 4.15; Hebreus 7.26). Por isto pôde oferecer-se a si mesmo. Sua oferta é perfeita e agradável diante do Pai. Ele o fez porque quis, por causa do seu grande amor para conosco, somente ele poderia oferecer um sacrifício perfeito, o seu próprio corpo. Ele ofereceu sua própria vida por amor de nós (João 10.17-18).

Jesus é também o sacrifício eficaz.

    Sua morte foi aceita por Deus como expiação pelos nossos pecados. Seu sacrifício se torna totalmente eficaz para todo aquele que nele crê. Seu sangue derramado naquela cruz nos purifica de todo pecado, pois “sem derramamento de sangue, não há remissão” (Hebreus 9.22; Mateus 26.28; Atos 10.43).

Em Cristo, pela fé, somos redimidos dos nossos pecados.  Somente encontramos o perdão e a remissão dos nossos pecados mediante o seu sacrifício “porque é impossível que o sangue de touros e de bodes remova pecados” (Hebreus 10.4).

Jesus é o sacrifício definitivo.

Sua oferta exclui todas as outras. Não há mais necessidade de sacrifícios: “está consumado” (João 19.30). Sua obra na cruz do calvário não somente é perfeita e eficaz, mas completa, suficiente e definitiva. Sua morte na cruz exterminou com o sacrifício de animais e com qualquer outro tipo de sacrifício. Uma vez para sempre. Assim Cristo se ofereceu por nós: “Porque Cristo não entrou em santuário feito por mãos, figura do verdadeiro, porém no mesmo céu, para comparecer, agora, por nós, diante de Deus; nem ainda para se oferecer a si mesmo muitas vezes, como o sumo sacerdote cada ano entra no Santo dos Santos com sangue alheio. Ora, neste caso, seria necessário que ele tivesse sofrido muitas vezes desde a fundação do mundo; agora, porém, ao se cumprirem os tempos, se manifestou uma vez por todas, para aniquilar, pelo sacrifício de si mesmo, o pecado. E, assim como aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo, depois disto, o juízo, assim também Cristo, tendo-se oferecido uma vez para sempre para tirar os pecados de muitos, aparecerá segunda vez, sem pecado, aos que o aguardam para a salvação” (Hebreus 9.24-28). Uma vez, uma única vez ele se ofereceu, não resta mais nada a ser feito a não ser crermos no seu grande amor e recebermos tão grande salvação, pela fé.

 

        Por isto, “Acheguemo-nos, portanto, confiadamente, junto ao trono da graça, a fim de recebermos misericórdia e acharmos graça para socorro em ocasião oportuna” (Hebreus 4.16). Podemos entrar, pelo novo e vivo caminho, com intrepidez, na presença do Altíssimo, no Santíssimo Lugar, para adorá-lo (Hebreus 10.19-23).

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

Pr. João Marcos Martins Ribeiro

Relacionados

Estudo biblico 8089678908055406638

Postar um comentário

emo-but-icon

Popular

Recentes

Comentários

Seguidores

Siga no Facebook

Siga no Google+

item