A vingança de Deus sobre os Opressores do seu Povo

Referência – Isaías 13.1-8

INTRODUÇÃO

1. Deus conhece todos os nossos inimigos.Ele sabe das artimanhas deles para nos destruir. O Senhor está ajuntando todas as obras más que eles intentam contra nós para descarregar sobre eles a sua ira no dia do seu juízo.

2. Toda mentira, toda tentação que eles levantam para nos fazer cair retornará em castigo.

A. A ira de Deus sobre a Babilônia (vv 1-8)

1. O profeta Isaías foi comissionado por Deus a profetizar uma “mensagem pesada”(heb. massã) sobre os babilônicos – também chamados de Babel pelos Judeus (v.1). O Senhor levantaria um povo, os Persas, para os arruinarem.

2. O povo babilônico foi o opressor que deu o golpe final no povo de Judá. Como castigo pela destruição que ele causou ao povo de Deus sofreria a punição do Senhor através de outra nação.

3. O “estandarte”, ou seja, a bandeira de guerra de Deus seria erguida contra aquele povo que se orgulhava pela assolação que causava ao povo do Senhor (v. 2). Deus levantaria uma nação consagrada para guerrear contra os babilônicos (v. 3).

4. São muitos os inimigos que tentam nos destruir. O nosso arque inimigo, o Diabo, levanta seus soldados para nos ferir e nos fazer desistir do Senhor. Porém, a vingança pertence ao Senhor. É ele quem vinga os nossos opressores.

B. Por que Deus é quem vinga aqueles que nos oprimem?

I. Porque é Deus quem conhece as fraquezas dos nossos inimigos

(v. 2 “... acenai-lhes com a mão, para que entrem pelas portas dos tiranos”).

1. Ninguém conhecia melhor o as fraquezas da babilônia do que o próprio Deus.

- O Deus que tudo vê, via uma brecha no muro, onde os Persas poderiam atacá-los.

- A chamada porta dos tiranos era a fraqueza daquela grande e poderosa nação. Por elas a babilônia iria cair.

2. Por mais forte que pareçam os inimigos, eles têm suas fraquezas, e Deus conhece cada uma em seus detalhes.

- Eles confiam na força que possuem. Pensam que as armas desse mundo são poderosas para guardá-los. Todavia, serão destruídos pelo sopro do Senhor. A ira de Deus transformará em pó as armas deles.

3. A vingança daquilo que temos sofrido pelas mãos dos nossos adversários não tardará.

- Assim como foi com o Egito, que oprimiu o seu povo (Ex 12.12).

- O Senhor será conhecido pelos seus juízos e o mundo saberá que Deus sempre esteve conosco.

II. Porque Deus tem os meios eficazes para a sua vingança

(v. 3 “Eu dei ordens aos meus consagrados, sim, chamei os meus valentes para executarem a minha ira...”).

1. Deus contou com uma nação distante para cumprir o seu juízo.

- Os Persas foram preparados e consagrados por Deus para executarem a sua ira sobre a orgulhosa Babel.

2. O mundo está sob o governo do Senhor.

- Por isso, ele pode usar os meios inesperados para arruinar os seus inimigos.

- Deus não governa apenas os seus filhos, mas as pessoas, as cidades, as nações e o mundo. Tudo faz parte do governo dele que não deixa passar despercebido a maldade daqueles que afligem o seu povo.

3. Os meios usados pelo Senhor são eficazes em seus propósitos.

- Quando o juízo dele é decretado ele alcança o seu fim. Nada pode impedir a vingança do Senhor. Pois em breve muitos provarão o horror de ter oprimido os escolhidos de Deus.

III. Porque a vingança de Deus traz horror sobre os nossos opressores

(v.7 “Pelo que todos os braços se tornarão frouxos, e o coração de todos os homens se derreterá”).
1. A nação que iria castigar os Babilônios causaria terror ao coração deles.

- Os guerreiros de Babel perderiam a habilidade no manuseio de suas armas.

- Os corações deles os fariam temer o ataque dos seus inimigos. Assim, seriam triturados pelo ataque dos Persas.

2. O maior desespero que alguém pode sentir será estar debaixo da ira de Deus.

- O coração não encontrará saída para a punição. Caso faça a sua cama no mais profundo Deus estará lá, se subir até as profundezas do universo ele também o encontrará.

- O inimigo engana o tolo lhe fazendo pensar que haverá escapatória para a ira de Deus. Todavia, o Senhor não deixará escapar nenhum dos seus inimigos.

3. Nem mesmo o horror da cadeira elétrica, da injeção letal, ou de qualquer instrumento de punição, pode se comparar à vingança que Deus tem preparado para aqueles que passam essa existência oprimindo o seu povo.

CONCLUSÃO

1. Por fim, a vingança do Senhor virá e não tardará sobre todos aqueles que não cessam de nos oprimir.

- Ele conhece o “calcanhar de Aquiles” dos nossos adversários e impetrará eficazmente os seus juízos e aí daqueles que oprimem o povo de Deus, pois a vingança dele os levará ao desespero eterno.

2. Portanto, confiemos a Deus a maldade dos nossos inimigos.

- Não se adiante em sua ira, mas espere no Senhor e ele derramará o cálice de sua vingança, sobre todos os seus adversários. Amém!

Rev. Leonardo José Nunes Félix


Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!
Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

A vingança de Deus sobre os Opressores do seu Povo Reviewed by Esboços de sermões on 5/09/2012 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links não serão aprovados!

All Rights Reserved by Esboços de sermões © 2014 - 2016
Designed by Blogger

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.