Rompendo a escravidão do materialismo

“Vocês não sabem que os perversos não herdarão o Reino de Deus? Não se deixem enganar: nem imorais, nem idólatras, nem adúlteros, nem homossexuais passivos ou ativos, nem ladrões, nem avarentos, nem alcoólatras, nem caluniadores, nem trapaceiros herdarão o Reino de Deus. Assim foram alguns de vocês. Mas vocês foram lavados, foram santificados, foram justificados no nome do Senhor Jesus Cristo e no Espírito de nosso Deus.” 1 Coríntios 6.9-11

Introdução

- O materialismo está presente em todas as pessoas que focalizam o progresso do mundo presente com a intenção de ter, de alguma maneira, um beneficio próprio.
- Muitas pessoas que vivem em função do que tem ou daquilo que desejam ter. Em busca do conforto, da garantia do futuro, do status, da projeção social, do “transito fácil” em qualquer lugar tem o “ganhar dinheiro” como um alvo maior da vida.
- Ter fartura não é condição abominável, pecaminosa, mas ser controlado por ela, sim. Deus quer que seu povo viva livre do apego ao dinheiro. Não deseja que as pessoas fiquem miseráveis por causa da avareza.
- Miserável também é sinônimo de sovina, avarento, o famoso “pão duro” ou “mão de vaca”, aquele que regula tudo até um prato de comida.

- As pessoas mais miseráveis são aquelas possuídas pelo materialismo.

- Catarina de Siena recomendou: Não ame o que você tem de modo que, em vez de possuir as coisas, elas passem a te possuir.
- Lembre-se que ninguém fica materialista, miserável da noite para o dia. Muitas vezes sua condição de vida, seus “calejamentos”, suas lutas de sobrevivência, seu ambiente familiar faz com que você se torne um pouco materialista a cada dia.

- Enquanto você vive, inconsciente ou mesmo consciente vai desenvolvendo atitudes que farão de você um materialista.

A. ALGUNS EXEMPLOS BÍBLICOS, POSITIVOS E NEGATIVOS, RELACIONADOS AO MATERIALISMO.

Negativo:
- Ananias e Safira: At 5.1-11
- O jovem rico: Lc 18.18-23

- Em ambos os casos existia o apego pelo bem material que tinham. Ambos eram escravos da paixão chamada ter e não expressavam nenhum sinal de desprendimento pelo que tinham.

Positivo:
- Barnabé: At 4.36,37 – vendeu o que tinha, trouxe o dinheiro e depositou aos pés dos apóstolos.

- A mulher que lavou Jesus: Mc 14.1-9

- Neste dois casos não houve, de nenhuma parte, a permissão para que os valores materiais e terrenos o tirassem do foco daquilo que era essencial para o relacionamento com Deus.

B. COMO SE LIVRAR DO MATERIALISMO?

- Eu creio que para você ser o cristão que Deus deseja e ter um relacionamento com Ele e o seu Corpo na maneira que Ele deseja você precisa se livrar do pecado do materialismo.
Apresento algumas dicas para ajudar você a vencer esta barreira e desfrutar plenamente da Presença de Deus:

1 – Não considere seu aquilo que você tem.
- “Ter” não é o primeiro pecado dos materialistas mas considerar seu aquilo que tem. Nunca esqueça que tudo vem do Senhor e tudo é para o Senhor.
- O materialismo acontece quando existe uma inversão de valores. Você pensa que o que tem veio do seu esforço e não das mãos de Deus e portanto você tem o direito de usufruir e dominar aquilo que tem.
- Quando isso acontece você perde a noção da realidade e passa a não entender e nem considerar o que o outro pensa.

2 – Coloque sempre em primeiro lugar o Reino de Deus
“Busquem, pois, em primeiro o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas lhes serão acrescentadas” Mt 6.33
- O materialismo patrocina muitos valores falsos. Na verdade promove uma inversão de valores a qual o mundo pós-moderno tenta hoje dizer que está certo.
- O que acontece nessa situação é que as pessoas que pensam assim têm o foco em si mesmas e esquecem que tudo o que acontece diz respeito a deus e não à pessoa em foco.
- O tesouro que Deus deseja que consideremos é interior e espiritual. Diz respeito ao nosso coração e tem há ver com a eternidade.
“Mas acumulem para vocês tesouros nos céus, onde a traác e a ferrugem não destroem, e onde os ladrões não arrombam e nem furtam. Pois onde estiver o seu tesouro, aí também estará o seu coração.”Mt 6.20,21

3 – Dependa sempre da Graça do Senhor
- A graça é o antídoto do materialismo e não um chamariz que atrai atenção para si mesmo. Quando reconhecemos graça enxergamos o nosso pecado e entendemos que nada acontece por nossa causa.
- Seja grato a Deus em tudo e por tudo que acontece na sua vida. Olhe sempre as coisas também do ponto de vista espiritual e encare as vitórias e o sucesso como sendo benção de Deus para alcançar um propósito Dele e não seu.

- Mantenha assim a sua espiritualidade em alta pois o materialismo cresce a medida que sua espiritualidade entra em decadência.

- Nunca deixe de crescer espiritualmente para não perder a visão daquilo que Deus quer de você.

4 – Resista ao pecado da cobiça
- Muitas vezes tocamos tesouros espirituais porque desejamos algo para nós que foi apresentado como algo irrecusável e de sucesso garantido imediato.

- Quando trocamos tesouros espirituais por “bagatelas” dessa vida estamos deixando de lado os sonhos de servirmos a Deus com aquilo que temos.
- Você não pode esquecer-se do lembrete do apostolo Paulo em 1 Co 6.12:
“Tudo me é permitido” mas nem tudo me convém. “Tudo me é permitido”, mas eu não deixarei que nada me domine.”
- Tudo que furta minha visão de Deus não é bom pra mim. Não seja um pecador que perdeu o domínio do seu apetite antes viva na plenitude do Espírito e mostrando no dia-a-dia os frutos da Presença Dele na sua vida.

5 – Imite Cristo em tudo o que fizer
“Portanto sejam imitadores de Deus, como filhos amados, e vivam em amor, como também Cristo nos amou e se entregou por nós como oferta e sacrifício de aroma agradável a Deus.” Ef 5.1
- Quando Jesus entra em nossas vidas e realmente se torna o centro das nossas atenções você consegue ter o sentimento de que você pode fazer diferença no mundo e viver fora dos padrões que ele oferece.
- Teresa de Lisieux disse que: “A chave para lidar com todos os nosso apetites, quer materiais, quer não, é imitar a Cristo.”

- Deixar de imitar a Cristo é entristecer o Espírito Santo de Deus.
- Não se esqueça que você foi comprado pelo sangue de Cristo simplesmente porque Ele te ama.

- Não se esqueça que a vida eterna vale mais que qualquer bem material.
- O domínio de Cristo estabelece o senso de espiritualidade. Aceitar o senhorio de Cristo é um passo gigantesco na tentativa de para de amar os bens materiais e valorizar o amor ao nosso Deus.
- Imite Cristo gastando suas energias naquilo que vem de Cristo e que é para Cristo. Cuide das suas atividades. Mantenha sempre o equilíbrio entre sua “alma”e suas atividades.
- Um coração voltado para Cristo é livre para amá-Lo e portanto protegido contra a tentação de se apaixonar por um bem material.

CONCLUINDO...

- Materialismo é pecado. Pecado que não permitirá que você herde o reino de Deus.
- Livre-se hoje do materialismo e decida viver para o Senhor e cumpra o que Jesus tem proposto para você para que a “sua luz brilhe diante dos homens, a fim de que vejam as suas boas obras e glorifiquem ao Pai de vocês que está nos céus.

Pr. Ricardo Aurino


Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!
Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Rompendo a escravidão do materialismo Reviewed by Esboços de sermões on 5/14/2012 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links não serão aprovados!

All Rights Reserved by Esboços de sermões © 2014 - 2016
Designed by Blogger

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.