Atitudes diante das Batalhas da vida

Texto: Efésios 6:10-12

- Em nossa vida diária somos constantemente cercados por batalhas de todos os níveis e situações. Passamos por batalhas em nossos empregos, em nossas casas, escola e faculdade, e principalmente, enfrentamos as piores de todas as batalhas, aquelas que são internas.

- Batalhas que ocorrem em nós mesmos. Mas a questão não é se passamos por batalhas. A grande questão é como nos portamos em nossas batalhas.

- Vamos tirar algumas lições de batalhas que certos servos de Deus enfrentaram.

Vamos analisar 5 Batalhas, e ver qual foi a atitude destes homens de fé.

1ª Batalha: Contra Jericó. (Js. 2)

- A cidade de Jericó é nossa primeira lição que queremos tirar sobre atitudes diante da batalha. Havia uma estratégia especifica para ser usada contra Jericó, isto exigiria do povo hebreu um tipo especifico de atitude. Foi o que Josué fez, ele enviou dois espias para falar das fraquezas e Jericó.

- Josué é um livro de realizações. O povo havia sido liberto do Egito, tratado no deserto e agora entraria na experiência da Redenção. Em um sentido espiritual Josué é o Efésios do Antigo Testamento. Pois a entrada em Canaã é um retrato da vivencia da vitória.

- Muitas vezes nos vemos tendo que invadir Jericó. Que tipo de Batalha Jericó aponta para nós hoje.

- “Jericós” são os lugares de difícil acesso, lugares fortificados. São lugares onde você olha e não vê possibilidade de acesso ou sucesso. São lugares de pessoas naturalmente mais capazes que você, conforme o relato que vemos dos 12 espias a Moisés.

- Quando agir de maneira direta?

- Tenha paciência pois ela é fundamental para vencer esta batalha, por isso parta para o ataque apenas quando ver todos os sinais verdes a seu favor.

- Não seja precipitado, pois a força natural não conseguira fazer as muralhas irem ao chão.

- Foi o que o povo de Israel fez sob o comando de Josué, rodearam a cidade por 7 semanas, e na última semana foram 7 voltas. Orando, proclamando, esperando a ordem para se expressarem.

- Ore, pois a oração é um tipo de ação, às vezes uma ação indireta, mas para tudo há um tempo, local e hora para agir. Espere. Não vá abrir sua boca na hora errada.

2ª Batalha: Contra Ai (Js. 3)

- Ai aponta para lugares imprevisíveis. O povo de Israel subestimou Ai ao dizer que eles não precisavam de todo aquele aparato e pessoas usado contra Jericó.

- Ai parecia ser um conquista fácil. Mas as vitórias do passado não garantem minhas vitórias no presente. Podem ser usadas para me encorajar, mas não para garantir.

- Atitudes para esta batalha:

- Utilize todos os recursos disponíveis em suas mãos.

- Há momentos em que não contamos com meios naturais, esperamos em Deus, mas quando enfrentamos batalhas do tipo de “Ai” podemos e devemos utilizar os recursos naturais disponíveis em nós, tipo: Conhecimento social, cultural, sutilezas e até astúcias para vencermos essas batalhas.

- Procure saber se não há ninguém sabotando os seus planos (Js. 7:24-25).

- Cuidado com os “Acãs” ao seu redor!

3ª Batalha: Contra os Midianitas (Jz.6)

- O cenário aqui é a opressão que os filhos de Israel sofriam por parte dos midianitas. Os midianitas apontam para aqueles que se aproximam de nós para roubar nossas idéias, roubar o fruto do nosso trabalho e para minar nossos sonhos. Pessoas do tipo “midianita” se aproximam de nós apenas para trazer desolação.

- Atitudes para esta batalha:

- Permita que Deus transforme o seu caráter (Jz. 6:12). Neste tipo de batalha na vida o Senhor lhe chama para um posicionamento, uma atitude ativa e não passiva.

- Vença, supere os seus próprios complexos, você precisa se apropriar da sua nova identidade em Cristo Jesus (veja Gl.2:20).

- Cerque-se de pessoas de confiança que compartilham o mesmo tipo de vida que você.

- Livre-se daqueles que não tem coragem de pagar o preço. (Jz. 7:4-5; 19-20).

4ª Batalha: Contra o gigante Golias (I Sm. 17).

- Várias vezes em nossas vidas temos que nos deparar com os “Golias”.

- São batalhas incomuns, onde o adversário é muito mais capaz, isto naturalmente falando, do que nós.

- “Golias” aponta para adversários comuns, porém, poderosos. Antes de Golias, Davi já havia derrotados outros adversários ferozes e vorazes. (I Sm. 17:34)

- Atitudes para esta batalha:

- Se prepare nas tarefas comuns do dia a dia.Foi assim que Davi desmistificou o confronto com Golias. Tarefas comuns como casamento, amizades, trabalho, estudos, família, me preparam para batalhas incomuns.

- Corra, mas não para fugir, mas sim ao encontro do inimigo. (17:48). Não fuja, pois o filho que retrocede não dá prazer ao Pai (Hb.10:38)

- Seja ousado e não permita se intimidar pelas ameaças do inimigo ( 17:48).

- Olhe para céu que é mais alto que o gigante (17:46).

- O que você tem feito quando o “gigante” vem correndo ao seu encontro?

5ª Batalha: contra Moabe e Amom (II Cr. 20).


- Moabitas e amonitas apontam para o tipo de batalhas que vem para nos levar a prevaricar diante do Senhor.

- Muitas vezes somos cercados por pessoas do tipo “moabita e amonita”, eles estão aliançados em ver nossa ruína, nosso fracasso.

- Tais espíritos malignos vem disfarçados de amigos, familiares e até profetas, como foi o caso de Balaão, que foi contratado para levar os filhos de Israel a uma prostituição espiritual. Eles são mui numerosos, e as vezes parece que não vamos suportar a pressão que fazem sobre nós.

- Atitudes para esta batalha:

- Busque ao Senhor desesperadamente (20:3).

- Quando Josafá percebeu que os inimigos eram bem mais numerosos que os israelitas, ele se pôs a buscar o Senhor.

- Hoje em nossos dias somos a minoria, na sua sala de aula, no seu trabalho, na sua família, na sua vizinhança.

- Confesse a sua debilidade (20:12) ao Senhor, pois Ele é o único que pode realmente ouvir quais são minhas debilidades.

- Olhe para o Senhor e não para o tamanho da batalha. (20:12b). Um olhar de fé exige o contemplar do Senhor em minha vida, e o que Ele faz por mim e em mim.

- Abra sua boca apenas para adorar (20:22). Se for para abrir a boca para reclamar da situação, da batalha, então não fale.

Conclusão

- Batalhas não são boas, mas são necessárias.

- Todos temos que enfrentá-las. Mas o que realmente vai determinar minha vitória serão minhas atitudes em cada batalha, por isso se faz necessário o uso de discernimento para cada situação.

- Às vezes, terei que ficar parado, esperando apenas no Senhor, em oração.

- Outras vezes terei que agir debaixo de uma palavra específica do Senhor para aquela batalha.

- O que você tem feito quando o inimigo lhe cerca por todos os lados?

- Você tem pensado em desistir?

- Você tem reclamado e não visto o mover de Deus no meio da Batalha?

- Tenha uma atitude correta, busque sabedoria e discernimento espiritual.

- E lembre-se, não fique focando suas armas em pessoas, pois a nossa guerra é contras seres espirituais malignos.

http://www.pibvida.com.br


Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!
Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Atitudes diante das Batalhas da vida Reviewed by Esboços de sermões on 4/13/2012 Rating: 5

Nenhum comentário:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links não serão aprovados!

All Rights Reserved by Esboços de sermões © 2014 - 2016
Designed by Blogger

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.