Cuidado com os fermentos


Introdução

A Bíblia traz muitas advertências para nós. Deus se preocupou em deixar palavras de exortação, chamando nossa atenção para situações de perigo nas quais podemos sofrer danos. Veja alguns exemplos:
•     Jesus advertiu seus discípulos sobre a necessidade de vigiar: “Vigiai, pois, porque não sabeis em que dia vem o vosso Senhor” (Mt 24.42); “Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; o espírito, na verdade, está pronto, mas a carne é fraca” (Mc 14.38);
•     Pedro nos fala para ficarmos alerta quanto aos nossos inimigos: “Sede sóbrios e vigilantes. O diabo, vosso adversário, anda em derredor, como leão que ruge procurando alguém para devorar” (1Pe 5:8);

•     Paulo nos exorta a não cairmos em engano: “Não vos enganeis: as más conversações corrompem os bons costumes” (1Co 15.33); “Não vos enganeis: de Deus não se zomba; pois aquilo que o homem semear, isso também ceifará” (Gl 6.7); “Ninguém vos engane com palavras vãs; porque por estas coisas vem a ira
de Deus sobre os filhos da desobediência” (Ef 5.6).
Na lição de hoje, estudaremos algumas exortações feitas por Jesus aos seus discípulos, as quais, certamente, se aplicam a nós hoje. Que o Espírito Santo ministre a verdade de Deus em nossos corações!

Desenvolvimento do ensino

Textos-base: Marcos 8.15; Mateus 16.11,12 (respectivamente)
Preveniu-os Jesus, dizendo: Vede, guardai-vos do fermento dos fariseus e do fermento de Herodes.
Como não compreendeis que não nos falei a respeito de pães? E sim: Acautelai-vos do fermento dos fariseus e dos saduceus. Então entenderam que não dissera que se acautelassem do fermento de pães, mas da doutrina dos fariseus e dos saduceus.
Nos textos que servem de base para este estudo, Jesus nos fala para tomarmos cuidado com três tipos de fermento: o dos fariseus, o dos saduceus e o de Herodes. Esses não eram fermentos de pães. Na verdade, Jesus se referiu à doutrina deles e as comparou ao fermento. O que Ele queira dizer com isso? Para tentar responder a essa pergunta, vamos, antes, considerar o significado bíblico de
•     Fermento: símbolo de pecado, impureza, algo que contamina (cf. 1Co 5.6-8);
•     Doutrina: aquilo que eles ensinavam e faziam.

1.1 O FERMENTO DOS FARISEUS: UMA RELIGIÃO DE APARÊNCIA

Jesus deu uma palavra clara sobre o fermento dos fariseus: hipocrisia (cf. Lc 12.1). A principal característica deles era a de não fazer aquilo que eles mesmos ensinavam (cf. Mt 23.3). Os fariseus eram orgulhosos e hipócritas, comparados por Jesus a sepulcros caiados, bonitos por fora mas internamente cheios de imundícia e morte cf. (Mt
23.27).
Os fariseus representam aqueles que querem viver uma vida cristã baseada em aparências. Este tem sido um dos grandes problemas que temos enfrentado. Quando estamos na igreja junto dos irmãos somos uma coisa, mas dentro de casa ou mesmo no trabalho somos completamente diferentes. Com isso criamos uma capa, uma cobertura, e por isso vivemos uma vida terrivelmente infeliz. Ninguém suporta viver de aparências!

1.2 QUAL O ANTÍDOTO PARA UMA RELIGIÃO DE APARÊNCIA?

Entender que precisamos ser transparentes diante de Deus. Ele conhece todas as coisas e nos vê como somos.
A Bíblia nos afirma que Deus se agrada e não despreza uma pessoa que tenha um espírito quebrantado e um coração compungido (cf. Sl 51.17).
Nós somos salvos é pela graça de Deus e não segundo obras. A nossa vida cristã e para ser vivida, então, pela graça.
Ele não nos trata segundo as nossas iniquidades e sim segundo a sua infinita misericórdia. Abra o seu coração para Deus!

2.1 O FERMENTO DE HERODES: UMA RELIGIÃO MUNDANA

Herodes foi uma pessoa que não tinha escrúpulos. Ele era capaz de fazer qualquer coisa para atingir seus objetivos.
Jesus o comparou a uma raposa (Lc 13.31-32), um animal muito astuto. Desprezou e escarneceu de Jesus (Lc 23.6-11). Ele ouviu falar de Jesus, porém, quando o encontrou, estava mais interessado em ver um “show”.
Mandou matar João Batista porque esse o exortou por causa de seu pecado (Mt 14.3-12). O pai de Herodes também agiu assim, mandando matar as crianças na época do nascimento de Jesus (Mt 2.16), enquanto seu primo, semelhantemente, matou a Tiago e prendeu a Pedro com o mesmo objetivo (At 12.1-3).
Herodes representa aqueles que não têm limites. Tudo é válido para que seus objetivos sejam conseguidos.
Não importam os meios desde que os fins sejam atingidos. São escravos de seus prazeres e da mesma forma passam por cima de tudo e de todos para satisfazê-los. Essas pessoas, na suas caminhadas, deixam um rastro de desentendimentos, feridas, dissensões, etc. e jamais estão dispostas a perder algo ou abrir mão de alguma coisa
(1Co 6.7). Acabam tendo muita dificuldade de construir relacionamentos e ter uma fé verdadeira. Ninguém suporta viver no engano!

2.2 QUAL O ANTÍDOTO PARA UMA RELIGIÃO MUNDANA?

Entender que Deus nos chamou para sermos santos (não no sentido negativo, de ser um santarrão), como ele é santo (1Pe 1.14-16). Ele quer que sejamos aperfeiçoados em santidade através da rejeição de toda impureza (2Co 7.1).  A vontade de Deus é a nossa santificação (1Ts 4.3).
Deus nos separou (santificou) como um povo de sua propriedade exclusiva. Ele deseja que sejamos semelhantes a Jesus, que Ele possa viver sua vida através de nós. Ele já nos libertou do poder do pecado e tem, através da santidade, uma vida abundante para nós. Busque a presença de Deus!

3.1 O FERMENTO DOS SADUCEUS: UMA RELIGIÃO DE INCREDULIDADE

Os saduceus eram um grupo religioso importante no tempo de Jesus. Eles não acreditavam em ressurreição, e nem na existência de anjos e espíritos (cf. At 23.6-8).
Os saduceus representam aqueles que não crêem no sobrenatural, nas coisas espirituais. São aqueles que sempre tem uma explicação lógica para tudo. Não acreditam na realidade do mundo espiritual, nem na existência de seres espirituais. Mesmo crendo no relato bíblico, acreditam que os milagres de Jesus foram necessários naquela época mas hoje não acontecem mais. Estas pessoas vivem sempre frustradas sem esperança em Deus. Quando admitem que Deus tem poder para operar milagres, argumentam que pode não ser da vontade de Deus. Que Ele quer mas não hoje, etc. Jesus sempre exortou seus discípulos por causa da incredulidade. Ele não pôde fazer muitos milagres em Nazaré devido à incredulidade do povo (Mt 13.58). Ninguém suporta  viver sem experiências com Deus!

3.2 QUAL O ANTÍDOTO PARA UMA RELIGIÃO DE INCREDULIDADE?

Entender que sem fé é impossível agradar a Deus (Hb 11.6). O texto bíblico é muito forte: ele diz impossível.
Quando os discípulos perguntaram a Jesus o que eles deveriam fazer para realizar as obras de Deus, a resposta de Jesus foi: crer naquele que Deus enviou! (cf. Jo 6.28). Na definição de fé encontrada na bíblia (cf. Hb 11:1), entendemos que ela é certeza; não há dúvida.
A fé vem pelo ouvir a palavra de Deus (Rm 10.17). Por isso, a nossa prioridade máxima tem que ser a palavra de Deus. Ela tem que ser lida e ouvida para entrar no nosso coração (Cl 3:16). Busque a Palavra de Deus!

Conclusão

Toda advertência de Deus visa o nosso bem. Jesus quer nos libertar desse espírito de religiosidade e de uma vida espiritual falsa e sem vida. Ele veio para nos dar vida e vida em abundância (cf. Jo 10.10). Vamos lançar fora estes fermentos, em nome de Jesus.


Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!
Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Cuidado com os fermentos Reviewed by Esboços de sermões on 1/11/2012 Rating: 5

Um comentário:

  1. A PAZ DO SENHOR!

    Gostei muito do estudo, fui grandemente edificada. Deus continue nos abençoando e nos dando sabedoria em Sua Palavra, para que venhamos sempre agradá-lo, pois importa mais obedecer a Deus do que aos homens.

    "Respondeu-lhe pois Simão Pedro: Senhor, para quem iremos nós? Tu tens as palavras da vida eterna". João 6.68.

    ResponderExcluir

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links não serão aprovados!

All Rights Reserved by Esboços de sermões © 2014 - 2016
Designed by Blogger

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.